.

.

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Obras de saneamento vão atender 500 famílias








O governador Beto Richa assinou nesta quarta-feira (13) ordem de serviço para ampliação do sistema de coleta e tratamento de esgoto de Siqueira Campos. O governo investirá R$ 5 milhões na obra, que ampliará a cobertura de esgoto dos atuais 62% para 72%, beneficiando diretamente mais de 500 famílias. 
Os trabalhos criarão 730 empregos na cidade.

No evento com o prefeito Fabiano Lopes Bueno, lideranças e a comunidade, o governador disse que a melhoria em saneamento e em outras diversas áreas contribuem para elevar a qualidade de vida da população de Siqueira Campos. “Este é um importante município do Norte Pioneiro, que gera muitos empregos. O governo está presente para, em parceria com a prefeitura, atender as demandas da população e garantir o desenvolvimento”, afirmou Richa.

O prefeito disse que o investimento da Sanepar é muito importante e que a comunidade esperava há muitos anos. “Vai solucionar o problema de saneamento de Siqueira Campos”, afirmou ele.

A obra inclui a construção da estação de tratamento de esgoto, a reforma e transformação da atual estação em estação elevatória, a execução de travessias aéreas e de travessia sob a rodovia, além de 11 quilômetros de rede coletora para atender mais 500 famílias. Com a nova estação de tratamento e as demais obras, o benefício se estenderá para muitas outras famílias. O prazo para conclusão é novembro de 2014.

Além desta obra, a Sanepar está realizando a ampliação do sistema de água na cidade. O investimento é de R$ 1,4 milhão e a conclusão está prevista para fevereiro do ano que vem.

MAIS AÇÕES - No evento, o governador Beto Richa também anunciou a liberação de recursos para pavimentação de estradas rurais com pedras irregulares. Siqueira Campos receberá R$ 400 mil a fundo perdido do Plano de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios (PAM). O prefeito disse que a população decidiu usar o dinheiro em obras de pavimentação e recape asfáltico.

“Nosso município tem gratidão por este governo, que trabalha para resolver os problemas apresentados pela população”, afirmou o prefeito Fabiano. Está em construção uma unidade de saúde em Siqueira Campos. Como todas as demais construídas pelo governo, a unidade será entregue com um conjunto completo de equipamentos, composto por 65 itens, incluindo consultório odontológico, mesas clínicas, balanças, autoclaves, pinças, armários e móveis.

Também estão em andamento as obras de conservação e recuperação de 22 quilômetros de estradas no acesso a Wenceslau Braz e de mais oito quilômetros na divisa do Paraná com São Paulo, no entroncamento da PR-092.

Pela Secretaria do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, o governo adquire alimentos de produtores rurais de Siqueira Campos e os repassa às entidades sociais. O município também é contemplado pelo programa Leite das Crianças.

A Secretaria da Saúde faz também repasses de recursos do programa VigiaSus. A prefeitura pode usar o dinheiro para combate à dengue e outras doenças, vacinação, investigação e controle de doenças transmissíveis, vigilância sanitária, vigilância ambiental, saúde do trabalhador e ações de promoção da saúde.

Além disso, o governo realiza obras de ampliação do colégio estadual Segismundo Antunes Neto. 
No encontro, Richa entregou ao prefeito um veículo para ser utilizado pela Secretaria Municipal da Educação. Foi repassado veículo e equipamentos de informática para reforçar o trabalho de entidades sociais.

O governador anunciou a liberação de recursos para a prefeitura adquirir calcário para pequenas propriedades rurais e óleo diesel usado em trabalhos de melhoria de estradas rurais. A Copel já investiu cerca de R$ 500 mil na rede de distribuição de energia do município.

Acompanharam o governador em Siqueira Campos o secretário do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Luiz Cláudio Romanelli; secretário estadual da Habitação e presidente da Cohapar, Mounir Chaowiche, o presidente do Instituto Ambiental do Paraná, Tarcísio Mossato Pinto, além dos deputados estaduais Alexandre Curi, Nereu Moura e Pedro Lupion.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários não refletem a opinião do jornal